Casal se beijando

Você

Sim, você mesmo, moça do sorriso bonito, do olhar sexy, do bocão, dos cabelos lisos. De um papo agradável, que gosta de conversar sobre tudo, feliz ao ponto de me contagiar apenas com um ‘oi’. Você que nem sei de onde apareceu, que nem lembro como te vi em meio a tanta gente, você moça, que quando olhei você sorriu e não teve como não ir falar com você.

Você, que me fez criar coragem de onde nem tenho, que me deixou com um sorriso bobo do nada. Moça de uma beleza natural, de um perfume sem igual. Da mão delicada que peguei para beijar e não quis mais soltar. Estou falando de você, será se vai perceber.

Te vi e meu coração bateu mais forte, sei que o seu também. Eu me aproximei e seu sorriso aumentou e não parou de me olhar, quando me apresentei você já me abraçou forte, e ali não precisou de muitas palavras, só daquele abraço. Moça, como explicar tanta coisa em tão pouco tempo? E depois daquele abraço veio o papo agradável, falamos de muitas coisas, e pedi um beijo, porque já estava com vergonha de tanto olhar para sua boca e não poder beijá-la.

Que bom que não me negou, e que beijo demorado. Não conseguia e nem queria parar. Seu beijo, nosso beijo foi muito bom. Não dá para esquecer. Sei que também não esqueceu. E seu corpo tão bonito, cheio de belas curvas, em uma cama apreciei, e de tanto prazer nos deliciamos numa noite de “amor”.

Que dia louco sabe! Me apaixonei pelo seu sorriso. Uma noite maravilhosa. Pois é, uma noite. Aquela noite e pronto. Por onde anda você moça. Ainda lembro o seu nome, mas não tenho nada, além disso. Seu nome e uma lembrança. Moça que não me roubou o coração, apenas me fez sentir algo sem explicação. Seria muito bom te ver de novo.

De uma coisa sei, o seu sorriso colou no meu, e o seu coração ainda pensa em mim também, pois lembro do que me falou antes de ir embora – “vou sentir saudades”.

“Vivi com você um amor de um dia, um amor sem igual, vivi com você algo que desejaria por toda minha vida.”

📷 @couples_magazine | 📅  Publicado em: 12 de maio de 2016 às 22:32


Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

2 comentários em “Você”