Tinha que ser amor

img_0831-e1531086162611.jpgSenti que era amor desde o dia em que segurei na sua mão e percebi o quão forte você apertou. Naquele momento percebi o quanto seguro me sentia ao seu lado. Era amor, eu sabia que era amor, só de olhar você sorrindo. E tudo que importava era ao meu lado estar, nem mesmo o silêncio podia atrapalhar tudo o que seu olhar tinha para me falar.

Ele me falava de amor, aquele amor puro e verdadeiro. Era simplesmente amor, do bom dia ao boa noite. Do sorriso ao abraço, era sempre amor, sem medo e sem interesse. Simples como um verso de uma canção, mas, também forte e cheio de paixão.

Um amor leve e intenso que apareceu sem ao menos esperar, algo que não consigo explicar. Senti que era amor nos pequenos gestos, na vontade de ficar perto e em querer compartilhar as coisas mais simples. Aquele amor que todo mundo fala, com brilhos nos olhos ao falar de você, de como amo suas manias e seus defeitos. Um amor que soma, ajuda, com muita cumplicidade e desejo.


Em parceria com @escritosinversosblog
📷 @thefolkpr0ject

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.