Tentei

Eu tinha você, você tinha eu. Era algo impressionante, sem lógica, mas fazia sentido. Muito em pouco e pouco em muito. Palavras não explicavam, gestos bonitos sem querer querendo. Tudo virava motivo para sorrir. Brincadeiras, amizade, confiança, companheirismo, cumplicidade, sinceridade. Sentimentos simples, mas que faziam falta na distância. Pensamentos iguais, vontades parecidas e sonhos compartilhados. Continuar lendo Tentei