Apenas sigo, sem esperanças

Eu não chamaria de esperança, mas na podridão de carne e ossos da qual sou feito, existe um impulso incompreendido que dá forças para sempre seguir em frente e então eu ignoro minhas dolorosas feridas e encontro forças para me levantar outra vez, e aqui estou… Continuar lendo Apenas sigo, sem esperanças

Esperança e angústia

Um dia desses eu fui dormir me sentindo estranha e de certa forma desajustada, mas só escrevi agora pois prefiro externalizar meus pensamentos quando estou no ápice da minha inspiração que, dada à frequência com que escrevo, é um tanto quanto rara. Porém felizmente cá estou eu de novo para abrir minha mente e meu coração. Continuar lendo Esperança e angústia