Passou dos limites

Hoje a saudade passou de todos os limites, se é que tem algum limite para saudade. Mas apertou tanto, mais tanto, que escorreu pelos olhos. Me tranquei no quarto, fechei todas as janelas, deixei todo no escuro onde mesmo que de olhos abertos eu não conseguiria enxergar nada. Me fechei, e tudo o que conseguia ouvir era o meu coração. Continuar lendo Passou dos limites

Como sair da "cama"

img_2344

“Isso não é sobre a posição que você dorme ou sobre o tempo que você leva entre acordar e levantar. Isso é sobre conseguir encarar o mundo da fora.”

Primeiramente, a sensação é a de que há um buraco no meio da cama. E aquilo te consome. Aquilo te faz querer ficar ali, inerte, o dia inteiro. A vida inteira. É como se nada além daquele espaço quadrado cheio de cobertores fizesse mais sentido ou valesse a pena. (E Vocês não tem noção da importância que é, para um pessoa em fragilidade emocional, sair daquela zona de conforto que se tornou a própria dor).

Continuar lendo Como sair da "cama"