Sua vez

DIALOGARDessa vez foi você que precisou de mim, não sei se procurou outras pessoas e ninguém lhe ajudou, então veio atrás de mim ou se veio logo me procurar, pois sabia que mesmo com tanto tempo sem falar comigo eu iria estar aqui, e faria de tudo para lhe ajudar. Dessa vez você precisou de mim.

Mas a vida é assim mesmo, um dia você precisa de alguém, e no outro esse alguém pode precisar de você. Não vivemos sozinhos, isolados, solitários de tal maneira que nunca precisaremos de alguém. O que pode ocorrer é você precisar de uma pessoa e essa pessoa não estar disponível para você, mas, e se essa mesma pessoa precisar de você?

“E quando eu mais precisei de você, você não esteve aqui. Mas tenha certeza, quando mais precisar de mim, eu vou estar aqui”.

E assim eu fiz, assim que precisou de mim, aqui estava eu, sem me importar com nada, sem me importar com o que eu tinha que fazer, deixei tudo de lado por um momento ou dois e assim fui ali ajudar você, pois se você precisa de mim eu estou aqui para ajudar.

Pois é, eu aprendi a sempre fazer minha parte, se precisam de mim e eu posso ajudar, eu ajudarei, me esforçarei. Pois cada um sabe a importância que dá as pessoas a quem gosta, não sei se algum dia vou precisar novamente de você, se dessa vez você vai estar, ou se você vai de novo precisar de mim. Mas, um dia eu li que se alguém só te procura quando precisa de você é para eu me sentir privilegiado, pois eu sou a luz que vem na mente dessa pessoa no momento de escuridão.

“É nos momentos que mais precisamos que descobrimos os verdadeiros amigos e conhecemos com quem realmente podemos contar”.

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

2 comentários em “Sua vez”

  1. Que bom. Texto novo… Você arrasandooo à cada produção. Na verdade sempre acreditei que é um escritor excelente. Na torcida pelo livro. E nunca deixe de escrever. Você tem talento além do que imagina. Grande abraço. O que mais me encanta não é só como escreve. Mas sei que é um ser humano fantástico. Como não amar você?