Uma moça e vários passaros

Sobre bagunças necessárias

Se me perguntar, responderei: “estou bem assim, não quero bagunçar o que demorei tanto para organizar”. E assim é a vida da gente, arruma aqui, arruma acolá, e tudo vai se encaixando perfeitamente. Até vim aquele chutão na porta da frente.

Tu jura que o amor não chega assim? Com um chutão na porta da frente? É sempre assim, sem aviso, sem pedir licença. Tu acha mesmo que o amor não vai bagunçar quando chegar? Ahhh, continua aí arrumando tudo viu?! Arruma direitinho…

Mas saiba, ele vem e vai bagunçar muita coisa. Sei, mas o amor tem que vir para somar e tals. Beleza, eu sei disso. Só que ele vem para somar e para bagunçar, não dá para fugir.

Agente sabe também que tem uns amores aí (vai é amor né?!) que para somar, às vezes nem tanto assim. Tem uns “amores” aí meio errado, que a gente se engana, mas, a verdade é que para bagunçar? Ele vem sempre né?!

O amor vem para tirar da rotina, daquela monotonia e bagunçar o que tava bem arrumadinho, não adianta! Sei também que a gente só não quer que esse amor só chegue para bagunçar, tipo esses “amores errados”.

Agora um que some, que vire minha vida de cabeça para baixo, mas me fazendo feliz, que faça eu a cada dia ter a certeza que é isso que quero. Aaaaaah, para esse amor, pode chegar chutando a porta, escancarando as janelas, que eu quero sim. Percebeu né?! A bagunça é inevitável.

📷 @ig_humanplus


Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

2 comentários em “Sobre bagunças necessárias”