Simples assim

img_2999O que te faz acordar bem? O que muda o seu dia? O que muda seu sorriso? O que faz bem ao seu coração? Gestos simples, é a minha resposta para todas essas perguntas. Pequenos gestos que fazem toda a diferença, até mesmo algumas palavras, um abraço, um sorriso, um beijo, um bom dia, obrigado, lembrei de você, um elogio qualquer, uma mensagem, uma foto de alguém especial.

São isso que me fazem bem, que me deixam feliz, com o coração mais alegre, em paz. A simplicidade faz tudo parecer mais belo, mais alegre, puro, carinhoso, romântico. A vida é feita de gestos, da simplicidade das palavras, de algo que faça bem.

Receba isso de alguém especial, e tudo se multiplica! As vezes poucas palavras bastam, uma lembrança, algo que ocorreu e não esqueceu. Você soube me fazer um bem danado de uma forma bem simples, não esperava, mas mudou tudo nesse dia, simples assim.

Nossas vidas, são feitas de pequenos momentos, de pequenos detalhes, de pequenos gestos, dê valor a todos eles, pois quanto mais simples algo for, mais valoroso é. Diga, demonstre sempre nem que seja da forma que pode, da maneira que ache certo, o mais simples gesto possível que encontrar, e você que recebe isso, repare bem, porque nem sempre o que é mais grandioso é verdadeiro como algo simples.

Na simplicidade encontramos realmente as melhores formas de amor, de amar, de gostar, cuidar, zelar, guardar, lembrar, compartilhar. Na simplicidade é que encontramos realmente o que nosso coração sente, é onde o mais puro dos sentimentos vive.

“A felicidade está no que de mais simples e puro existe em nossas vidas, pois são os pequenos gestos que o coração nunca esquece.”

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Um comentário em “Simples assim”