Reconhecimento

tempPor mais que a gente tente não dá importância ao reconhecimento por nossas ações, isso é uma baboseira. Sei que o principal é ser e ter suas ações reconhecidas por Deus, mas não adianta você dizer para você ou para quem for que não liga para reconhecimento. Eu acho isso uma grande mentira, porque no fundo sempre achamos bom um reconhecimento.

E queremos mais ainda daquelas pessoas que dizem que gostam da gente. No final, queremos no mínimo que for, uma palavra que expresse um pouco de reconhecimento pelo que você fez. Sei que a gente não faz algo para alguém por obrigação ou somente porque a pessoa pediu, a gente fez por vontade própria, mas se a pessoa reconhece aquilo que você faz, cara isso é demais.

É bom receber elogios né?! Quem não gosta?! Quem não se sente bem?! Acho difícil existir essa pessoa. Difícil ter uma pessoa que não se sinta bem depois de um elogio por aquilo que tenha feito, ainda mais quando é algo que fez de coração, e mais ainda quando é alguém que você goste muito e ela reconhece seu esforço de coração também.

Mas vai uma dica, não esqueça de reconhecer o esforço das pessoas para com você não tá?! Pois essa troca de reconhecimento é uma forma bem legal de demonstrar o quanto se gosta de alguém. Tudo fica mais fácil quando você demonstra de alguma forma. Tem sido bem legal ter o reconhecimento de algumas pessoas que nem me conhecem, mas que gostam do que escrevo e tiram um tempinho para dizer o quanto gostaram do que escrevi.

“Toda forma de reconhecimento tem seu valor.”


P.S.: obrigado a todos que de alguma forma demonstraram seu reconhecimento por tudo que escrevo. Grato! 🙂

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Um comentário em “Reconhecimento”