Quando chega ao fim

IMG_1601Moça, você tem todo o direito de ficar com raiva, de ficar triste. Se quiser chorar, chore, mas antes feche a porta do quarto, abrace seu melhor amigo, aquele que conhece seus sonhos e pesadelos, aquele que nas madrugadas de insônia é o teu companheiro, aquele que quando a saudade é insuportável você o abraça desaguando em lágrimas toda a dor que aperta seu peito.

Você tem todo o direito de recusar os convites excessivos dos amigos para sair num sábado à noite, só para ficar em casa para assistir seus filmes. Você tem todo o direito de se afastar, não por orgulho, ou infantilidade, mas por amor próprio, por deixar ir quem não quer ficar. Eu sei, não é fácil e nunca vai ser. Então tire o tempo que for necessário para você ficar só e colocar tudo em ordem na cabeça e cuidar do seu coração machucado.

Leve o tempo que precisar, não se apresse, mas também não deixe o tempo passar sem que perceba o quanto deixou de viver por alguém que não soube dar valor ao amor que você sentia, chega uma hora que você tem que levantar a cabeça, engolir o choro, enxugar as lagrimas e seguir em frente, pois o que mais importa é seu amor próprio e esse nunca ninguém vai conseguir machucar e tirar.

Parceria: Rosimere Lima & Mauro Garcia

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.