Fachada de um motel

Proibido (+18)

E meu pensamento vai longe, quando estou só e lembro de você, aquela vontade de te ver, supera muita coisa, mas esse nosso cada um para o seu lado, é que me deixa mais interessado em você. Sempre que posso, dou aquela fugidinha, te mando uma mensagem, quero ouvir sua voz, mas a gente sabe que tem que ser escondidinho, daquele jeito que a gente gosta.

Não gosto muito de te ver com aquele seu maridinho, e sei que também não gosta de me ver com a minha mulher, mas é interessante quando saímos nós quatro. A gente dá aquelas nossas encaradas mesmo estando com eles por perto, ou aqueles encontros rápidos, aqueles beijos as escondidas, sem nem eles perceberem, mesmo estando no mesmo lugar.

E é bom, muito bom te encontrar, sempre às escondidas, onde ninguém possa ver, onde só eu e você sabe, aquele motel, não muito chique, mas onde ninguém vai nos procurar e muito menos nos achar. Namorar contigo, com o coração batendo forte, com aquele nervoso, aquele perigo, e uma paixão que nem se mede.

Fico aqui imaginando, perdido em meus pensamentos, o que nos leva a fazer isso, o que nos faz gostar desse amor proibido, desse lance de se amar, mas não querer estar junto todo tempo, de fazer amor e dormir em camas separadas. Fico aqui sonhando com nossas aventuras, nossas escapadas, fico aqui te querendo outra vez em meus braços, para te ter por mais uma noite.

“Não sei se é certo ou errado, só sei que é bom viver assim, esse amor proibido.”


 📷 @visualambassadors | 📅 Publicado em: 27 de setembro de 2016

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.