Mundo passageiro

Eu tenho visto o mundo tão passageiro ultimamente, apressado, agoniado. Muita correria, as pessoas parecem não ter tempo para nada. Os celulares tomaram de conta, pessoas passam mais tempo conectadas ao mundo virtual do que ao mundo real. Amizades passageiras, amores de carnavais.

Tudo parece perder o sentido, o valor rapidamente. Parecemos viver num mundo de faz de conta, que momentos depois nada mais vai existir. Algumas pessoas parecem sem rumo, não planejam mais nada, vivem por viver. Aproveitar a vida é uma coisa, não querer nada dela é outra totalmente diferente.

Não sei ao certo o que está acontecendo, às vezes queria entender. Parece que parei no tempo, mas, o tempo continua a passar ao meu redor. E como disse, apressado, agoniado. Tudo parece mais fútil, sem utilidade, querem tudo pro agora, e de repente não querem mais.

Ainda sou o de quando conversávamos mais, pessoalmente. Tínhamos amizades verdadeiras e duradouras. Amores “à moda antiga”, menos foto e mais olhares. Ler um bom livro, ouvir uma boa música, contar uma piada! Se eu queria viver no passado? Não, mas, daria tudo pra ser tudo um pouco mais devagar.


📷 @launchdsigns

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

2 comentários em “Mundo passageiro”