Uma rosa

Mais um sobre o amor

Vim aqui bater uma real sobre um assunto que muitos não estão preparados ainda. Se você tá aí namorando, todo apaixonado ou apaixonada e acha que esse mundinho lindo é para sempre? Cai na real logo. Se você acha que é amor só porque o casal passa o dia conversando no celular, um mandando mensagem para o outro e marcando em meme ou frasezinha bonita na internet, está se enganando.

Tudo é lindo, quando o amor chega, entra sem pedir permissão e você se apaixona. Sim, vocês vão se encontrar um dia ou outro na semana, vai dar saudade esse tempo todo que passam longe um do outro. Alguns dias você dorme na casa dele, em outros você dorme na casa dela. Quando se encontra é aquele amor louco, sexo louco e tudo mais.

Vem filminho, balada no final de semana, festinha na casa dos “amigos”. Tudo uma maravilha né? É, isso é amor sim. Mas até aí tudo é bonito e perfeito e todos pensam que vai durar uma vida inteira. Porém, uma vida inteira é muito tempo e o para sempre não é tão fácil assim de alcançar. Vou te falar, o para sempre ele vem acompanhado de “união” e “responsabilidades”.

Isso mesmo, casamento, morar no mesmo teto, talvez um filho ou mais de um. Vem acompanhado de despesas de casa, rotina, trabalhar, de organizar a casa. E tem o cansaço, o almoço, a janta e tudo enquanto que você não se preocupava quando cada um vivia na sua casa. Amor é lindo sim, perfeito até, ser romântico também. Mas amor não é só ser romântico e ser aquele casal bonitinho, amor com o passar dos anos se torna responsabilidade e também cuidados.

“O amor não sobrevive só de amor.”

📷 @__bnwart__


Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.