Hoje eu me decidi

“Hoje eu saí decidido.”

Coloquei a minha melhor roupa, usei aquele perfume que tanto gosto, calcei aquele sapato do qual você tanto reclamava, marquei com os amigos uma farra para a diversão, mas a “festa” mesmo estava ocorrendo no meu coração.

Hoje eu saí decidido a esquecer esse teu amor vazio, que esvazia e nunca preenche, apenas deixa mais frio e no termostato da minha vida, sou eu quem define a temperatura medida.

Hoje eu saí para te tirar da minha cabeça, desses pensamentos que me invadiam e deixavam sem “eira nem beira”, eu te oferecia meu tempo, meus pensamentos e você demonstrava que isso não tinha valor, causando a dor que em mim eu pensei que um dia não teria fim, a verdade é que eu era apegado demais ao teu sorriso, ao ponto de suportar as lágrimas transbordando em rios, somente para te “ter” do meu lado, esbanjando o teu sorriso esbranquiçado.

Hoje eu saí para não mais voltar, não viver a mesma história, não bater na mesma tecla, não repetir a mesma música, mas deixar o ciclo fluir quebrando todas a correntes que me prendiam a ti.

Eu saí para me encontrar, e me achei sentado na mesa de um bar pensando em tudo que foi vivido e pesando os pesos e suas medidas, percebi que é melhor não estar mais contigo, que é minha própria presença que devo valorizar, que não preciso do meio amor de ninguém para me completar, que não preciso me sujeitar a um relacionamento abusivo que não me proporciona nada e suga de mim tempo e energia que eu poderia investir em meu próprio viver, viajando, descobrindo o mundo e que eu posso me tornar um novo ser, um novo alguém que não dependa emocionalmente de ninguém.

Eu saí para ficar longe de ti, pois perto é como estar em pedaços, espalhados em cacos tão minúsculos que bem mesmo juntando tudo e usando super-bonder poderia ser colado. Eu saí porque você me deixa confuso, como se faltasse um parafuso, nunca entendo e nunca sei o quer e é difícil entender quem você realmente é. Eu saí para esbanjar o amor e por coincidência encontrei o meu próprio em forma de flor e agora o carrego comigo para onde eu for.

Eu saí e me encontrei e agora que cresci, vivo comigo mesmo o amor que sempre sonhei, porque um dia naqueles momentos passados, não era você que desprezava o meu amor, era eu que não conhecia o seu valor.

📷 Franklin S. Monteiro


Sobre o autor

Piauiense e escritor. Seria fácil esboçar palavras que criassem em seu pensamento a ideia de quem sou, mas que porra de sentido isso faria se as mesmas meras palavras nas quais tentaria me descrever são meios que uso para compor fantasias em uma caótica realidade? Se queres um nome, me chamo Franklin, porém para saber quem sou, chegue um pouco mais perto e já que “talvez” você não possa, então contente-se com sua imaginação nas vagas idéias que terá sobre quem eu sou.

Publicado por

Franklin S. Monteiro

Piauiense e escritor. Seria fácil esboçar palavras que criassem em seu pensamento a ideia de quem sou, mas que porra de sentido isso faria se as mesmas meras palavras nas quais tentaria me descrever são meios que uso para compor fantasias em uma caótica realidade? Se queres um nome, me chamo Franklin, porém para saber quem sou, chegue um pouco mais perto e já que “talvez” você não possa, então contente-se com sua imaginação nas vagas idéias que terá sobre quem eu sou.

4 comentários em “Hoje eu me decidi”