Faltou alguma coisa

img_4645Sempre quis que a gente tivesse tido um pouco mais de paciência, acho que o amor exige muito disso, de paciência. Pois nem tudo é de uma hora pra outra, sei que o amor não marca data, nem hora para aparecer e nem para entrar no seu coração, ele nem se quer pede licença. E na maioria das vezes agimos sem pensar, vamos naquele embalo e na emoção de estar apaixonado.

Somos muito vezes pegos de surpresa e quando menos esperamos estamos enrolados em tudo o que se refere a está apaixonado e a amar. E quase sempre não sabemos lidar com tudo isso, a paciência perde seu lugar e um lugar bastante importante em toda essa história de amar e ser amado.

E volto a dizer, sempre quis que a gente tivesse tido um pouco mais de paciência com tudo o que nos envolvia. Acho sempre que faltou algo de ambas as partes, pois nem sempre o amor necessita de pensamentos iguais, mas sim, de vontades iguais. Vontades essas que no início sempre combinam e com o passar do tempo são esquecidas.

É quando a paciência volta a nos rodear, pois sem ela o tempo acaba nos maltratando e nos levando a caminhos opostos. Não adianta querer voltar no tempo, ele não volta e só fica a vontade de ter feito tudo um pouco diferente tudo com um pouco mais de paciência.

“Faltou um pouquinho de paciência com o nosso amor.”

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.