Rapaz olha pela janela de um carro

Explique-me?!

Explicar? O que? Pra que? Porquê? Não consigo explicar, parece que quanto melhor mais sem explicação é algo. Não vejo explicação. Não consigo achar explicação. Fico apenas parecendo um bobo. Viajo mais ainda nos meus pensamentos, tentando me imaginar, tentando adivinhar algum futuro, algo que seja, por mais distante que seja.

Vivo uma utopia ultimamente, mas, uma utopia meio que controlada, consciente do meu lugar. Não me importo muito, é bom, me faz bem, sei do meu lugar e me sinto muito bem onde estou. Poderia estar melhor, mas aqui é um bom lugar. E fico aqui, sem explicação, e se me perguntar, não saberei responder. Posso até parecer um louco. Mas, também não ligo. Sou um louco feliz. Mesmo eu, com tantos pensamentos e um pouco racional, estou aqui perdido nisso tudo, e ainda mais sem nenhuma explicação lógica até mesmo para meu coração.

Paro às vezes, tento colocar em ordem tudo isso. Quem disse que consigo. Quem disse que há ordem nisso tudo? Não vejo saída. Nem quero. Quero continuar desse jeito pelo tempo que for. Sei o que posso e o que não posso, não tenho medo de pensar que um dia poderei mais, enquanto isso vou continuar aqui, sem medo, pois não me faz mal algum, só o que tem me feito é um bem danado.

“Queria ter uma explicação, mas não tenho, um dia possa ter, pode ser que não seja a hora certa ainda. Enquanto isso, eu fico aqui, admirando o inexplicável disso tudo.”

📷 @thefolkpr0ject | 📅 Publicado em: 7 de Abril de 2016 às 21:45


Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.