Envolver

img_4500E gostar, se apaixonar, amar, sempre faz a gente se envolver muito, algumas vezes esquecemos de nós mesmo, e passamos a se preocupar tanto com essa pessoa, passamos a cuidar de mais de quem a gente ama. Por mais que a gente diga para si que não é assim, estamos nos enganando, pois sempre acabamos nos doando de mais.

O amor tem esse pequeno poder, poder que não nos dar nenhuma forma de garantia, pois nunca sabemos se teremos algo parecido em troca, nunca teremos certeza se quem está nos amando também vai se doar o mesmo tanto ou pelo menos o suficiente para nosso coração ficar em paz e se sentir seguro.

Pois boa parte do amor é isso, se sentir seguro ao lado de quem a gente ama e diz que nos ama. Encontrar alguém que faça por nós o que fazemos por ele, por amor, por gostar, isso é algo tão bom, inexplicável, imensurável, e saber que alguém se preocupa com você até mais do que consigo mesmo é de grande valor e só faz o amor crescer.

Mas infelizmente nem sempre isso acontece, e aquela pessoa que tanto nos doamos, não vale nenhum esforço que tivemos. É quando passamos a nos questionar sobre o amor, sobre nosso valor, é quando aprendemos que não devemos esquecer de nós mesmo, aprendemos a nos dar mais valor, que acima de tudo o amor próprio tem sempre que vir em primeiro lugar e que o amor tem que ter reciprocidade.

“Faça de seu amor próprio um aliado em todos os seus relacionamentos.”

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.