E do nada o amor nos encontra

E do nada o amor nos encontra. Não adianta você procurar por aí, o amor ele não se acha por aí. O amor te encontra onde menos você espera e imagina que ele possa aparecer. Vai ser inesperado, vai ser no acaso que o amor vai te surpreender. E quando menos você esperar ele vai chegar e vai ficar, e vai ser para sempre.

É o amor, tu acha que algo realmente vai conseguir explicar como funciona? Não né. É ilógico, impossível de explicar, apenas sentir. Se joga, vai fundo, não pensa muito não. O amor é isso mesmo, irracional, é emoção, loucura. É paixão que não acaba. Quando ele chegar tu nem vai perceber, não vai ser de mansinho, vai com tapa na cara e dizendo sou eu o “amor”.

Então, te vira! Vai agarrar ou deixar passar?

P.s.: “Eu agarrei.”

📷 enviada por @rebeccacrvlh


Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

2 comentários em “E do nada o amor nos encontra”