De repente, amor!

img_4281Não esperava te encontrar
Nem ao menos me apaixonar
Você apareceu no meu mundo
Se encaixou, nem pediu licença
Para na minha vida poder entrar
Um amor que chegou sem perguntar
Se podia se instalar
Veio, veio logo pra ficar
Roubou meu coração
Me envolveu nessa louca paixão
Depois de tanto tempo
Me fez sonhar novamente
Com um amor sem antecedente
Me fez acreditar novamente
Na força do amor
Que surgiu de repente
Um sentimento sem igual
Que chegou sem dar sinal
Foi como um tiro
Certeiro em meu peito
Que atingiu por inteiro
Meu cicatrizado coração
Que já havia se acostumado
A viver sem paixão
E a chama se acendeu
Logo eu que dizia
Que não mais me apaixonaria
E agora estou aqui
Perdido(a) de amores por ti.

Em parceria com @karinecapitini.

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.