Casar

img_3268Às vezes, somente às vezes, acontecem coisas na sua vida, e você passa a pensar nisso por alguns dias. Assim aconteceu comigo, esses dias eu li algo sobre casamento, dizia que antigamente os namoros duravam pouco tempo e os casamentos eram para toda vida, e que hoje em dia, os namoros duravam bastante tempo e os casamentos estavam sendo desfeitos em pouco tempo.

Fiquei pensando, poxa, casar? É uma responsabilidade enorme, algo que não se deve ser quebrado com o tempo, principalmente se você pede a benção de Deus para isso. Casar? Já pensei sim. Várias vezes, porque não?! Quando penso em casar, lembro de meus avós e pais. Lindo ver que apesar de todas as dificuldades, eles continuam se amando e juntos.

Me ensinaram sempre a tomar por base os bons exemplos, então, espero que quando eu me case seja assim também, alguém que eu ame muito. Que não desista de mim e nem eu desista dela. Que enfrentemos tudo juntos, unidos, e que com os anos nosso amor só cresça e se fortaleça. Que Deus sempre abençoe nossas vidas, que cresçamos juntos, uma ao lado do outro, sempre de mãos dadas.

Acho que casar é isso, é ser paciente, atencioso, estar sempre presente, é abdicar de certas coisas, é respeitar um ao outro sempre, estar presente em todos os momentos, bons, ruins, aguentar o mal humor, as zangas, dar risada, trabalhar juntos, andar unido. Servir um ao outro, casar e ter a benção de Deus, é se tornar ‘um’, fazer dos dois uma família, é criar laços para toda vida.

“Que o amor seja a base do seu casamento, e Deus seja o laço que os unem.”

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.