Caf(un)é

c0aedb93d16a042c4c5b89cf3076f3a5Antes que a noite se vá
Fica!
Não tenha pressa
Senta aqui no sofá
Te faço um café
Leio aqueles poemas
Entre uma risada e outra
Meio tímida
Pego em sua mão
Se ficar cansado
Deita em meu colo
Te faço um cafuné
Te conto qualquer história
Até você adormecer
Fica!
Pra que tanta pressa?
O dia mal acordou
Deixa o sol aparecer
Te faço outro café
Te levo na cama
A gente passa o dia assim…
Eu te fazendo caf(un)é.

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.