Aquele navio de mentiras estava muito rachado

Você sabe tudo o que ocorreu, sabe o que não te falaram na cara, seja por medo ou acomodação. Sabe que às vezes que aquele fulano não te retornou foi por não querer, e não, por não estar ocupado e das vezes que ele mentiu sobre teus amigos. O fulano não tem culpa, você sim. Pois, quem criou expectativas acerca de alguém que não valia a pena para o que você queria, quem aceitou continuar com quem não dava valor, foi você. E agora você conseguiu ser sincera consigo e escolheu aceitar a verdade. Vai ter momentos em que você irá pensar que sua última resposta pode ter sido precipitada ou que foi escolha errada. E só com o tempo irá descobrir que sua intuição nunca falhou. Lembra do dia de hoje como sendo um marco na sua vida, hoje você teve a certeza que é hora de seguir em frente, com seu barco como ele sempre foi: só seu, coberto de verdades. Porque aquele navio de mentiras, bem, ele tava muito rachado!

📷 @girlscreating


Sobre sumiços necessários

Esse é um texto que tem um certo desabafo, mas também um conselho/pedido. Às vezes, nos vemos a mercê de situações sufocantes, que nos privam de sermos nós mesmos, e então não sabemos ao certo como mudá-las. Acontece que toda mudança tem um início silencioso e interior, e no decorrer da caminhada, percebemos que é necessário um certo sumiço.

No decorrer do cotidiano, esquecemos de um tempo só para nós. Nos privamos de uma boa noite de descanso porque precisamos produzir um trabalho excelente, nos esquecemos que tudo bem não ser produtivo por um dia – e vale lembrar que ter um tempo para si, é ser produtivo -, e tudo isso acarreta na nossa avaliação sobre o que fazemos – nunca foi bom, sempre poderia ter sido excelente, nunca é o título de formandos, mas sim de pré-alguma coisa – é sobre isso que lhes trago esse texto.

Peço que parem de correr, sentem e comecem a ver as coisas tão boas que vocês fazem, e o quão forte vocês são. Tudo bem decidir não iniciar um projeto hoje só para aproveitar um pouco o resto do dia sozinho, a gente não pode esquecer que não é uma disputa. Não importa onde você vai chegar, desde que chegue feliz. Não importa se você precisa de silêncio para repensar sobre algumas coisas. Não é egoísmo. Não é falta de maturidade. É praticar resiliência. É não esquecer que sumiços são necessários para que reconheçamos o melhor de nós mesmos.

📷 @girlscreating


Seja a voz que precisa ouvir

Você anda se sentindo mal né? As coisas têm dado errado e tudo começou a desandar do nada. Você se sente sozinho e desamparado, e com toda essa bagunça dentro de ti, surge uma vontade de desistir. Mas pare, pense bem onde você está e o que ganhou chegando até aqui. É, eu sei que houveram perdas também, mas infelizmente (ou felizmente) elas fazem parte da caminhada.

E apesar de todas as dores, todos os “não” ditos na cara, não se sinta sozinho. Existe, no mínimo, uma pessoa que está sempre do seu lado e que torce por ti – e ela é a pessoa cuja opinião deve ser a mais importante: você. Então, quando se sentir pra baixo, use esse texto como lembrete de que, quando precisar de um abraço amigo, uma conversa boa, é só olhar para dentro de si, e vai ver com clareza que sim, tu és a voz que precisa ouvir.

📷 @acolorstory