Aquele navio de mentiras estava muito rachado

Você sabe tudo o que ocorreu, sabe o que não te falaram na cara, seja por medo ou acomodação. Sabe que às vezes que aquele fulano não te retornou foi por não querer, e não, por não estar ocupado e das vezes que ele mentiu sobre teus amigos. O fulano não tem culpa, você sim. Pois, quem criou expectativas acerca de alguém que não valia a pena para o que você queria, quem aceitou continuar com quem não dava valor, foi você. E agora você conseguiu ser sincera consigo e escolheu aceitar a verdade. Vai ter momentos em que você irá pensar que sua última resposta pode ter sido precipitada ou que foi escolha errada. E só com o tempo irá descobrir que sua intuição nunca falhou. Lembra do dia de hoje como sendo um marco na sua vida, hoje você teve a certeza que é hora de seguir em frente, com seu barco como ele sempre foi: só seu, coberto de verdades. Porque aquele navio de mentiras, bem, ele tava muito rachado!

📷 @girlscreating


Sobre o autor

Cearense da gema. Escrevo sobre tudo o que existe dentro de mim e o que se passa lá fora - e até sobre o impacto entre os dois - pois é necessário o uso da escrita e também é necessário que outras pessoas possam sorrir ou chorar nas entrelinhas dos meus escritos. Espero ajudá-los de alguma fora.

Publicado por

Erica Saldanha

Cearense da gema. Escrevo sobre tudo o que existe dentro de mim e o que se passa lá fora - e até sobre o impacto entre os dois - pois é necessário o uso da escrita e também é necessário que outras pessoas possam sorrir ou chorar nas entrelinhas dos meus escritos. Espero ajudá-los de alguma fora.

Um comentário em “Aquele navio de mentiras estava muito rachado”