Amor, amor e amor

img_7299.jpgOuvi dizer por aí que a gente só ama verdadeiramente uma única vez na vida, mesmo que você não fique com ela para sempre. Sabe, acho que é uma meia-verdade. A vida pode te dar mais de um amor, em intensidades diferentes, mas, no final será também amor. Algumas vezes, você ama alguém, mas, mesmo que você tente de todas as formas, não consegue viver esse amor para sempre.

Não quer dizer que o amor acabe, que você esqueça ou deixe de amar. Esse amor só fica ali guardado, na lembrança, em um lugar onde nada nem ninguém pode tirar de lá. E essa mesma vida acaba te presenteando com um novo amor, que mais uma vez preenche sua vida e toma conta do seu coração. São amores diferentes, mas, serão sempre “amor”.

Cada um de sua maneira especial, sem comparação e sem cobranças. Uns mais leves, outros mais intensos. Mas, será amor em toda sua forma de sentir e quando chegar você sentirá aquele frio na barriga, uma vontade de está perto e querer aquele sorriso só para você. Isso é amor, sentimento que não se explica apenas sente.

E você sabe o que é sentir amor, é querer o bem da outra pessoa mesmo que ela não esteja com você. É saber que a próxima pessoa que chegar também tem seus medos e merece ser amada sem ser comparada, merece tudo o que um romance precisa, de um romance com clichês. Afinal, o amor move tudo e vamos amar de verdade, sem mentiras e sem medo.

Em parceria com @escritosinversosblog.

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.