Algum dia, alguma explicação

img_5209Talvez um dia, eu encontre alguma explicação para tudo isso que aconteceu, foi tudo de repente, tudo muito rápido, chegou sem avisar, veio sem freio, bateu com força e sem muita explicação. Chegou para ficar e foi embora sem avisar. Amor? Paixão? Cadê a explicação? Acertou em cheio o meu coração.

Para você não reservei nada, pois não deu tempo, mas também nem muito tempo você ficou. Não sei o que dizer, nem ao menos o que pensar e não sei o principal, que é explicar. Entrou em minha vida de uma forma sem igual, me fez sorrir como nunca antes tinha sorrido, foi assim fora do normal. De “meu amor” eu te chamei, “te amo” eu te disse, de você eu queria tudo e de você eu tive o mundo.

Ainda hoje, eu não entendo, como tudo isso aconteceu. Será que com o tempo tudo vai ser explicado? O motivo, o sorriso e tudo que havíamos nos falado. Segredos, alguns medos, sonhos e vontades, quase tudo compartilhado. Histórias, decepções, tudo havia ficado para trás e algo dizia que o para sempre tinha chegado.

Mas, nada foi como esperado, tudo mudou e tudo acabou sem ao menos esperarmos. Ainda hoje eu me pergunto, o que houve? Sem explicação eu continuo, vou vivendo e escrevendo, sem esquecer quem me fez sorrir como nunca antes tinha sorrido. Ainda não sei o porquê de tudo isso acontecer, se algum dia eu vou ter alguma explicação, mas de uma coisa eu tenho certeza é bom viver um amor sem explicação.

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.