A saudade não se pode medir

img_2581Se fosse para medir o tamanho da saudade que sinto de você, não existiriam números para poder expressar. Saudade nunca foi medida, apenas sentida, sentida no coração como um aperto, às vezes parece que está faltando algo em você, que te levaram um pedaço, um pedaço do seu coração. Saudade nunca foi medida, apenas esse sentimento que por mais que você queira esquecer ele insiste em permanecer.

Saudade não se vê em foto, nem em mensagens antigas, saudade se vê ao deitar a noite para dormir. E tudo que vem na cabeça são as lembranças de você, saudade se vê quando do olho cai uma lágrima lembrando dos momentos bons que tivemos.

Saudade é esse aperto no meu peito, é um vazio que nada é capaz de preencher a não ser a sua presença. É a lembrança de cada dia que vivi ao seu lado, de cada sentimento que é impossível ser descrito, apenas sentido. Saudade é também a esperança e a certeza de que o amor será para sempre eternizado mesmo que não estejamos lado a lado.

Saudade não se mede, não se explica, saudade se sente, é a intensidade dos momentos que ficam enraizados no coração. É no peito um desejo latente pela presença de quem está ausente e que nem por um instante sai da minha mente.

Em parceria com @karinecapitini

Sobre o autor

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.

Publicado por

Mauro Garcia

Piauiense cabra arretado, sabe?! Contador por profissão, louco por números... Que ainda acredita no amor, observador de detalhes, onde apaixonou-se por escrever e consegue colocar para fora alguns pensamentos "soltos" que a cabeça e o coração insistem em discutir.